Cirurgias

“Crosslinking” de Córnea – CXL

“Crosslinking” de Córnea – CXL

O “CROSSLINKING” – CXL de córnea é um procedimento cirúrgico ambulatorial, realizado com anestesia tópica (colírio), usado para a estabilização mecânica e aumento da resistência do colágeno da córnea.

Está indicado para:

  • Pacientes portadores de ceratocone, reduzindo o risco de progressão da doença.
  • Ectasia (abaulamento) da córnea, pós cirurgia refrativa.
  • Processos inflamatórios que levam ao afinamento corneano.
  • Como terapia coadjuvante quando indicado implante de anel intracorneano. Essa complementação melhorou os resultados ceratométricos pós-operatórios, comparados com os resultados obtidos em pacientes submetidos apenas ao implante de anel intracorneano.

Os pacientes com visão igual ou superior a 20/25, em qualquer faixa etária, podem optar por acompanhamento da doença. O CXL, como qualquer processo cirúrgico, pode apresentar complicações como a redução da acuidade visual.

Especificamente em crianças, que ainda apresentam boa visão, o objetivo e as potenciais complicações de um eventual tratamento cirúrgico devem ser amplamente discutidos e esclarecidos antes de determinar qualquer conduta cirúrgica.

Quanto tempo leva para que o procedimento tenha o efeito pretendido?

A córnea, através do CXL, tem sua resistência e rigidez aumentada tão logo termina a cirurgia. Esta resistência aumenta, progressivamente, nos dias que se seguem ao procedimento.

A recuperação visual será lenta e progressiva, devendo ser acompanhado pelo médico assistente, em visitas ao consultório nas datas estipuladas ou quando houver dúvidas na evolução do tratamento.

O procedimento

O epitélio da parte central da córnea é removido e gotas de Riboflavina (Vitamina B) são aplicadas, até que haja impregnação da córnea pela medicação. Aplica-se, então, luz ultravioleta para produzir uma reação fotoquímica.

Ao final da cirurgia, é colocada uma lente de contato gelatinosa, como curativo. Esta, deverá ser retirada cerca de 7 a 10 dias depois.

Pós-operatório

  1. No primeiro dia após o procedimento poderá ocorrer um pouco de dor, controlada com analgésicos por via oral. O paciente deverá:
  2. Utilizar os colírios prescritos (anti-inflamatório e analgésico e antibiótico), rigorosamente.
  3. Manter a higiene local.
  4. Evitar banhos de piscina, saunas, esportes.
  5. Utilizar óculos com filtro UVA e UVB de 100%.
  6. Evitar exposição solar.
  7. Evitar atividades desportivas e aglomerações.

Riscos do CXL

Uma vez que o epitélio da córnea é retirado para a realização do procedimento, há risco de infecção, embora extremamente baixo. A prevenção se dá pelas recomendações acima e pelo uso rigoroso da medicação.

Veja Mais Cirurgias
siga @centrocampineiro no Instagram