19 de outubro de 2021

Descolamento de retina pode afetar até 3% das crianças

Descolamento de retina pode afetar até 3% das crianças

O principal sintoma no descolamento de retina é a redução na capacidade de enxergar e a cirurgia é a única maneira de lidar com o problema

O descolamento de retina não é comum, mas costuma afetar as crianças. Algumas doenças, predisposições genéticas ou lesões podem causar o problema. O descolamento costuma surgir com o tempo, ele ocorre pelo afastamento da retina da parede do olho. Segundo o médico Pedro Carricondo, diretor do Pronto Atendimento Oftalmológico do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da USP, “em geral a criança, exceto quando tem uma grave malformação do olho, não tem descolamento da retina, isso acontece e aparece com o tempo. O grande problema é o afastamento da retina, que é uma camada de tecido nervoso que preenche todo o fundo do olho: 2/3 da nutrição da retina vêm da parede do olho, a coroide. Ao ficar afastada, deixa de receber sua nutrição, o tecido morre e a pessoa perde a visão”.

Outros fatores podem ocasionar o descolamento: quando há trauma ocular ou por lesão direta na retina, como uma perfuração. Nem sempre é tão fácil detectar os sintomas, o que pode tornar o diagnóstico tardio.

“O principal sintoma no descolamento de retina é a redução na capacidade de enxergar, onde há uma perda que pode ser progressiva de campo visual, uma falha de uma parte da visão. Isso nem sempre é simples de ser percebido em crianças ou de ela contar para a gente”, diz Carricondo.

Quando o menor tem uma condição que pode levar ao descolamento, como uma retinopatia da prematuridade ou doenças genéticas, um acompanhamento médico e exames periódicos permitem um diagnóstico precoce. Não há medicações para reverter o descolamento de retina quando ele se inicia, por esse motivo a cirurgia é a única forma de lidar com o problema. “É importante fazer a cirurgia o mais cedo possível, antes que apareçam fibroses. Nem sempre os resultados são tão satisfatórios quanto a gente gostaria, mas a cirurgia é curativa”.

Em caso de suspeita de problemas que possam estar obstruindo a visão, o ideal é procurar rapidamente um oftalmologista. A detecção precoce de lesões como o descolamento de retina pode evitar a cegueira.

– –
Fonte: JORNAL DA USP – jornal.usp.br

Você também pode gostar
Check-up oftalmológico anual: a melhor forma de garantir a sua saúde ocular
+
Check-up oftalmológico anual: a melhor forma de garantir a sua saúde ocular

Muita gente aproveita o início do ano para realizar um check-up em sua saúde. Realizam inúmeros exames de rotina no coração, nos ossos, na cabeça, mas acabam ...

16 de março de 2022
Erros refrativos devem receber a devida atenção
+
Erros refrativos devem receber a devida atenção

Uma dificuldade para ler um texto aqui, outra, para focar um letreiro mais distante ali… Não enxergar com nitidez pode ser um sinal de alerta. Os erros de ...

7 de dezembro de 2021
Nictalopia: dificuldade em enxergar a noite ou com pouca luz
+
Nictalopia: dificuldade em enxergar a noite ou com pouca luz

A dificuldade de enxergar durante a noite ou em ambientes com pouca luminosidade pode indicar um problema na visão chamado nictalopia, também conhecida como ...

15 de junho de 2021
siga @centrocampineiro no Instagram